Para diversos serviços cedidos na Internet você precisa definir uma senha. A senha é uma chave pessoal para um sistema de computador que tem como função garantir que apenas indivíduos autorizados acesse determinado serviço.

A maior responsabilidade desta segurança é garantir que apenas você tenha acesso a sistemas onde está inscrito. Imagine se, por exemplo, uma pessoa descobre sua senha e começa a utilizar seu e-mail para ler e responder suas mensagens.

Por esse motivo, a senha deve ser bem escolhida, sem ser óbvia porém que você lembre depois sem maiores dificuldades. Assim como uma porta trancada não garante que sua casa está totalmente segura, um password não garante que alguém com idéias sacanas possa ter acesso à sua privacidade. Mas como uma boa tranca, uma boa senha dificulta qualquer ataque.

Veja a seguir algumas dicas para se escolher uma boa senha:

  1. Nunca utilize seu nome, data de nascimento, telefone e qualquer outro dado que esteja relacionado a pessoas que você conhece.
  2. Misture letras com números. Se for possível, use símbolos como $, ^, % e *.
  3. Se o campo de senha for case-sensitive, ou seja, diferenciar caracteres maiúsculos de minúsculos, coloque alguns deles em maiúsculo.
  4. Nunca use menos de seis caracteres, lembre-se que quanto mais caracteres, mais difícil vai ser para quebrar. Senhas de quatro caracteres são muito fáceis de serem descobertas, através de pequenos programas que varrem combinações de aaaa até zzzz.
  5. Prefira passwords que possam ser digitados rapidamente sem ter que ficar olhando para o teclado.
  6. Não use palavras que constam no dicionário de nenhuma língua. Se alguém quiser quebrar sua senha, ela usará programas específicos que testam palavras comuns em diversas línguas. Gírias e jargões são perigosos também, as palavras ‘senha’ e ‘password’ são extremamente manjadas.
  7. Memorize seu password, não escreva em um papelzinho e muito menos em um arquivo texto.
  8. Para maior segurança, mude seu password cada três ou seis meses.
  9. Prefira utilizar uma senha para cada serviço que você tiver inscrito.
  10. Palavras fáceis de pronunciar, mesmo que não faça sentido, é mais fácil de memorizar.

Existem algumas técnicas que podem ser muito úteis para ajudar na criação de sua senha. Abaixo vão três muito interessantes:

Técnica da música

Essa é muito utilizada. Tudo que você tem a fazer é pegar uma música que você conheça muito bem mas que, de preferência, não seja muito famosa.

Através da primeira palavra maior que quatro letras coloque um número, com sinal negativo ao final, ou então algum caractere especial. Ao mudar de senha, pegue a próxima palavra da letra da música.

A vantagem desse método é ter um monte de senhas que você pode lembrar facilmente. E as senhas não tem ligação direta uma com a outra.

Para melhorar o método, ao invés de pegar uma palavra inteira, pegue seis palavras da canção, e utilize apenas as primeiras letras. No caso do hino nacional a senha ficaria algo do tipo ‘OdIamp$6′. A próxima senha seria ‘Duphob$6′.

Técnica de substituição de letras

É interessante também alterar algumas das letras para números que lembrem senhas. Por exemplo M46n3t (ao invés da palavra Magnet), W1nd0w5 (ao invés de Windows). Esse método pode ser misturado com qualquer outro, como o da música, no caso seria ‘0d14mp$6′.

Método de proximidade de caracteres

Para facilitar a memorização de senhas, você pode utilizar esse método. Através dele, você utiliza a assimilação de como a senha é digitada, e não a palavra, ou seja, você usa um movimento de digitação fácil de memorizar para não ter que ficar lembrando de caracteres aleatórios. Por exemplo, ’56ty67′, ‘dfvbgh’, ‘5tgy7′.